O Brasil tem mais um cardeal nomeado pelo Papa Francisco, Dom Sérgio da Rocha, arcebispo metropolitano de Brasília e presidente da CNBB (Conferência Nacional dos Bispos do Brasil). Dom Sérgio da Rocha nasceu em 17 de outubro de 1959, em Dobrada-SP, e foi ordenado sacerdote em 1984, em Matão-SP.  Cursou Filosofia no Seminário Diocesano de São Carlos e Teologia no Instituto de Teologia da PUC Campinas, tendo se especializado em Teologia Moral na Faculdade Nossa Senhora Assunção e doutorado no mesmo tema na Accademia Alfonsiana, em Roma. No ano de 2001, foi nomeado bispo auxiliar de Fortaleza pelo papa João Paulo II e em 2007 o papa Bento XVI o designou arcebispo de Teresina. Em 2011, Bento XVI o passou para arcebispo metropolitano de Brasília. Desde 2015, ele preside a Confederação Nacional de Bispos do Brasil (CNBB). A partir de então, Dom Sérgio Rocha, juntamente com Dom Odilo Pedro Scherer, arcebispo de São Paulo, Dom Raymundo Damasceno Assis, arcebispo de Aparecida, Dom Orani Tempesta, arcebispo do Rio de Janeiro e Dom João Braz de Aviz, atual prefeito da Congregação para os Institutos de Vida Consagrada e as Sociedades de Vida Apostólica, no Vaticano. poderão participar da eleição do próximo papa. O Brasil conta com outros sete cardeais que, por já terem mais de 80 anos, não podem participar da escolha de um papa.